COMO AGIR QUANDO HOUVER UM SINISTRO

Coberto ou não, exige sua efetiva participação. 

Quando você estiver diante de um sinistro com todas as características de que vai ser recusado pela seguradora, pois já principia alguma “perda de direito” ou “prejuízo não indenizado”, ou ainda, evento “não coberto”, etc. Não seja você a dizer “não” logo de cara. Não trate o segurado como se ele já fosse culpado, não julgue, ou deixe de atendê-lo com zelo e respeito. O segurado é o seu cliente e ele espera sua compreensão e colaboração. O direito de dizer não ao atendimento de sinistro é da seguradora, nunca seu.

Providencie e proceda com profissionalismo, comunicando ou abrindo o sinistro na seguradora, e se houver terceiros atenda-os em nome do segurado, quer serão eles atendidos ou não pela apólice de seguro. Faça o seu papel com elegância e eficiência. 

É necessário que nestas ocasiões você haja com bastante prudência no manuseio dos documentos comprovatórios do sinistro e que cabem ao segurado ou terceiro providenciar, analisando quanto ao envio, ou não, à seguradora, e principalmente, obter autorização do segurado antes de enviá-lo. Pode ser que ele peça para você falar com o seu advogado, e este interagindo no processo tenha algum laudo pericial ou contestação administrativa que deva ser encaminhado à análise da reguladora do sinistro. Enfim, não tome atitudes precipitadas ou autoritárias nestes encaminhamentos. 

O corretor de seguros, predominantemente nestes casos, é o fiel da balança. A ele cabe e dele se espera valorização e respeito, principalmente, acolhimento. Diante das palavras frias do clausulado constante da apólice de seguro o corretor de seguros é aquele do qual se espera apoio e sensibilidade, coragem e humanidade no trato e na forma mais adequado de agir diante dos fatos que já se encontram demonstrados até no boletim de ocorrência policial. Devemos fazer do sinistro um momento ecumênico e principalmente de profunda aproximação com o nosso cliente.    

Shirtes Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *